Obstáculos! Estou pronto para encarar?

Sem dúvida, vai chegar um momento em que você irá se sentir disposto para sair do pontão (local onde os Riders saem com a prancha direto pra água) e começar a encarar os obstáculos no Full Size do Naga Cable Park. Mas como saber qual é a hora certa?

Isso pode parecer difícil (e até assustador) no início, mas com as instruções e a prática certas, qualquer um pode chegar a esse nível sem muita dificuldade.

Há vários elementos-chave a serem considerados antes de você tentar ir para os obstáculos. Portanto, confira o post que preparamos para você e descubra se você já está pronto:

 

1 – O meu nível de Wakeboard já é o suficiente?

Há uma série de movimentos que é importante você saber fazer antes de usar os obstáculos. Isso é importante para garantir que sua base seja sólida o suficiente para você ser capaz de lidar com o processo de entrar e sair de um obstáculo com perfeição. Essa base não é um nível difícil de alcançar e praticando as dicas que vamos te dar você logo estará preparado. Listamos abaixo alguns movimentos que são importantes você dominar antes de encarar os obstáculos:

 

Ir e voltar no Duas Torres

O sistema de Duas Torres é ideal para pegar os princípios mais básicos do esporte, que é sair, ficar de pé, se equilibrar e fazer as curvas. Quando você estiver indo e voltando no Bro sem cair, você estará começando a entender como o corpo deve se posicionar para andar de Wakeboard.

Zig-Zag/cavadas

Andar de Wakeboard não significar ir reto de acordo com a vontade do cabo o tempo todo. Você está no controle da sua prancha! Se você já estiver indo e voltando no sistema de Duas Torres, comece a praticar as suas cavadas e tente fazer um zig-zag pelo lago. Aprenda a aplicar a força nos calcanhares e nas pontas dos pés para direcionar a prancha para a esquerda e para a direita, de acordo com a sua base.

Dar a volta completa no Full Size

Você já sabe andar no Duas Torres, já aprendeu a ficar de pé, controlar a prancha e até mesmo cavar para os dois lados. É hora de ir para o Full Size então! No sistema grande, você será puxado com mais velocidade e terá que cavar corretamente para passar por entre as bóias e fazer as curvas. Quando você estiver dando voltas completas no sistema grande, você já progrediu bastante!

Trocar de base

Aprender a trocar de base é muito importante para você dominar o controle da sua prancha na água. Comece devagar, com bastante foco no movimento. Peça aos Riders mais experientes algumas dicas de como trocar de base que com certeza eles te ajudarão a realizar esse importante movimento com confiança. Você já sabe qual é a sua base? Goofy ou Regular? Veja dicas para descobrir a sua base!

 

2 – Tenho o kit de Wakeboard certo?

Para utilizar os obstáculos, é preciso ter o equipamento correto. O kit de iniciantes que disponibilizamos aqui no parque não é adequado para isso! Confira mais sobre kits de Wakeboard aqui!

Em primeiro lugar, a prancha deve ser uma prancha para cable park, que não possua quilhas. A prancha deve estar equipada com botas que fiquem bem firmes e amarradas em seu pé. Além do uso do colete salva-vidas, que é fundamental para o uso de qualquer atração do parque, também é obrigatório utilizar um capacete para a prática de Wakeboard. Com esse equipamento adequado, você já pode utilizar os obstáculos sem nenhum problema. 

 

3 – Quais obstáculos tentar primeiro?

Todo Cable Park possui obstáculos que vão progredindo em graus de dificuldade. Você deve começar sempre pelos obstáculos mais baixos, mais largos e menos compridos. Sendo assim, comece por um box, um flat bar ou um kicker pequeno. Dominando esses obstáculos mais básicos, você pode ir tentando os mais difíceis. Tenha sempre em mente: devagar se vai ao longe! Pegue o flow, sinta a sua confiança crescer de forma humilde e objetiva. Mas lembre-se que, quanto mais estreito, mais longo e mais alto o obstáculo for, mais difícil é acertá-lo e passar em todo o seu comprimento.

 

Um dos Kickers do Full Size

 

Rider passando no Box

4 – Como entrar em um obstáculo?

Isso é algo que depende de obstáculo para obstáculo. No geral, os princípios básicos são:

  • Apontar a prancha – Dominando a técnica do Zig-Zag que explicamos acima, você poderá mirar certinho a prancha para o obstáculo;
  • Entrar no obstáculo – Entre sempre com a prancha paralela ao obstáculo. Para quem está começando, é importante entrar agachado e se manter agachado durante a passada. Isso ajuda a manter o equilíbrio e entender melhor o comportamento da prancha sobre o obstáculo;
  • Sair do obstáculo – Mantenha o corpo agachado, isso irá te preparar para atingir a água.

Esses são apenas os fundamentos. Mas com o tempo, você irá refinar essas técnicas e desenvolver novos movimentos que irão te dar o suporte necessário para você começar a mandar manobras!

 

5 – Como progredir no Naga Cable Park?

O nosso obstáculo mais simples e o primeiro que você deve tentar é o Box. Esse obstáculo irá ser uma escola para você exercitar os princípios que se aplicarão nos outros obstáculos. Você já dominou o Box e agora quer começar nos obstáculos mais complexos? Então escolha um próximo obstáculo que seja semelhante ao Box, mas um pouco maior! O Flat-Bar é um bom exemplo. Ou tente um Kicker! Mas não vá direto para um mais difícil, como o Step-Up, por exemplo.

O que você deve ter em mente é: evolução sempre! Mas com a instrução e a prática certas, você aprenderá a passar em todos os obstáculos do Naga Cable Park!

VALORES

Para o uso da nossa atividade, trabalhamos com a venda de hora cable park (wakeboard), não trabalhamos com 2 horas na sequência. O valor da hora adicional é diferenciada! Inclui equipamentos básicos (prancha iniciante e colete salva-vidas).

1 HORA DE WAKEBOARD
R$ 70POR PESSOA
HORA ADICIONAL
R$ 35POR PESSOA

QUERO COMPRAR O INGRESSO ONLINE, AGORA!

VISITE NOSSA LOJA ONLINE

Comentários

Comentários