Saiba qual é a sua categoria no Campeonato Wake and Sound

Vou participar do Campeonato de Wake Park: Wake and Sound! Mas em qual categoria eu me encaixo?

A maior parte dos riders chega nesse dilema um dia. Treinamos, treinamos e treinamos mais um pouco. Na hora de fazer a inscrição para o campeonato, nos deparamos com a difícil missão de nos encaixarmos em uma categoria. Quer saber como saber qual é a categoria mais adequada para você no Campeonato de Wake Park: Wake and Sound?

Primeiramente, é preciso fazer uma autoavaliação. Esse é o passo número 1 e talvez seja o único passo. Sem dúvida é o mais difícil. Pois fazermos isso de forma correta, temos que ter autocrítica! Temos que ter consciência daquilo que sabemos ou não sabemos fazer. Afinal, o que é testado em um campeonato é a nossa real habilidade. Não é mesmo? A não ser que você esteja contando com um acontecimento sobrenatural de última hora, o ideal é estarmos confiantes daquilo que sabemos, de fato, fazer. Porque em um campeonato, nós não conseguimos enganar ninguém além de nós mesmos.

Nem sempre isso é fácil! Porém, se fizermos uma avaliação com humildade e segurança, não existe a chance de competirmos na categoria errada. Mas cuidado! Existem dois tipos de riders que devemos evitar ser em época de campeonato. Quer saber quem são?

 

O primeiro é o adorável…

Confiantão

Esse aqui é aquele rider que mal tem o 360 na base e já quer disputar entre os profissionais. Ele tem um ego descontrolado e não consegue entender que a evolução no esporte acontece um degrau por vez. Tudo bem acreditarmos que somos capazes, esse é espírito da coisa. Mas bom-senso é fundamental.

O correto em um campeonato é escolher uma categoria que não faça a gente passar vergonha a cada passada.

Tenha sempre em mente o seguinte: é muito melhor uma manobra simples e executada de forma limpa e estilosa do que uma manobra difícil feita de forma relaxada e feia. Porque sim, os jurados levam isso em consideração o tempo todo.

O outro é o consagrado…

Papa Prêmio

Ele gosta de fotos, gosta de subir no pódio e de levantar troféu. Gosta também de levar todos aqueles prêmios incríveis para casa. E, é claro, adora jogar na cara de todo o mundo que ele é o campeão/campeã.

Aqui, meus amigos, vemos a imagem de um rider frustrado. E oportunista.

Em um campeonato, ao invés de participar em uma categoria que esteja em seu nível de habilidade real, ele vai em uma categoria abaixo. Ele sabe que anda melhor do que aqueles outros competidores, então compete ali para ganhar de forma fácil. E desonesta.

“Espelho, espelho meu. Existe alguém mais bela do que eu?”

Um campeonato é a chance de testarmos as nossas habilidades contra outros riders. É uma disputa e isso acende uma chama interior muito boa dentro da gente. Queremos vencer, queremos o pódio e os prêmios. Tudo isso é muito saudável e divertido. Mas antes de pensarmos nisso tudo, devemos saber responder uma questão: quem é o meu principal oponente?

Nosso oponente nem sempre é aquele rider que manda umas manobras mais estilosas. O nosso principal oponente somos nós mesmos. Porque competir é a chance de avaliarmos o quanto nós evoluímos. E o quanto ainda temos que evoluir para nos tornarmos a melhor versão de nós mesmos.

Wakeboard é crescimento. E participar de um campeonato é a chance de avaliarmos o quanto o esporte está proporcionando isso para nós. Portanto, devemos ser justos em nossa autoavaliação.

Agora que o recado foi dado, conheça as categorias utilizadas no Campeonato de Wake Park: Wake and Sound. E lembre-se: seja honesto com você mesmo, porque só você sabe o que você sabe!


Iniciante Feminino

Essa é a categoria das atletas que irão participar de um campeonato pela primeira vez e estão iniciando no esporte. Acabou de começar a andar de wake? Essa é a sua categoria! Passa em alguma rampa e pode passar de forma básica em slider. Não manda air trick.

Iniciante Masculino

Essa é a categoria dos atletas que irão participar de um campeonato pela primeira vez. Ou mesmo aqueles que já se aventuraram alguma vez mas não possuem muita experiência. É a categoria dos novatos. Como corte, o rider deve acertar no máximo 1 spin até 360 ou 1 invertido ou 1 raley. Pode passar de forma básica em slider e não manda air trick.

Intermediário

Aqui entram os riders que já possuem alguma experiência. Normalmente já participaram de alguma competição. Como corte estão os spins até 360, raleys e invertidos básicos. Para quem sabe passar nos sliders, entrando de ollie, indo até o final. Sabe dar press e pode fazer transfer sem rotação. Essa categoria não manda air trick.

Avançado

Para aqueles que já possuem experiência em campeonatos e já tenha um rolê relativamente sólido. Spins até 540, invertidos com 180 e grabs. Nos sliders, possuem press bem definidos e fazem outs básicos. Transfer sem spin e air tricks básicos.

Open Feminino

A categoria das mulheres que já andam de wakeboard de forma sólida. Normalmente já participaram de outros campeonatos. Nessa categoria, vale todo tipo de manobra. Spins acima de 360, mobes, invertidos com grabs e spins, sliders com spin de in e out, gap com spin. Air tricks à vontade também.

Open Masculino

Para riders com experiências em campeonato e um rolê bom, com estilo e característica própria. Nessa categoria, vale todo tipo de manobra. Spins acima de 540, mobes, invertidos com grabs e spins, sliders com spin de in e out, gap com spin. Air tricks à vontade também.

Pro

A última categoria. O nome já diz e você simplesmente saberá se o seu nível é profissional ou não.

Comentários

Comentários